Diferentes tipos de lentes de contato atendem as mais diversas necessidades

 

Conheça os diferentes tipos de lentes de contato e saiba como função, material, tempo de uso e desenho podem atender as mais diversas necessidades das pessoas.

 

1111

O mercado disponibiliza diferentes tipos de lentes de contato e esta variedade existe, justamente, para atender às diversas necessidades estéticas e de correção visual das pessoas.

As lentes de contato podem ser diferenciadas quanto a sua função, material, tempo de uso e, ainda, desenho.

FUNÇÃO

Classificadas quanto a sua função, as lentes de contato podem ser corretivas, cosméticas, corretivas-cosméticas ou terapêuticas.

Lentes de contato corretivas servem para corrigir problemas de miopia (dificuldade em enxergar de longe), hipermetropia (dificuldade em enxergar de perto) ou astigmatismo (visão embaralhada).

As lentes de contato cosméticas são, basicamente, destinadas às pessoas que desejam mudar a cor dos olhos. Estas lentes podem apenas ressaltar a cor dos olhos, assim como mudá-la completamente. Há também opções conhecidas como “fashion” (ex.: simulando olhos de gato) usadas geralmente em festas à fantasia, peças de teatro ou, simplesmente, para causar impacto na balada.

Quando a pessoa precisa corrigir um problema de visão e, ainda, deseja mudar o seu visual, as lentes de contato corretivas-cosméticas são a opção perfeita. Neste tipo de lentes, a beleza estética e a correção visual atuam juntas e, portanto, atendem de maneira eficaz as mais diversas necessidades e expectativas dos usuários.

As lentes de contato terapêuticas, por sua vez, têm como objetivo tratar distúrbios não refrativos dos olhos sendo comumente utilizadas após cirurgias corretivas, como Lasik, PRK e PTK.

 

MATERIAL

As lentes de contato podem ser rígidas ou gelatinosas. As lentes rígidas podem ser acrílicas (não permeáveis ao oxigênio), gás permeáveis ou híbridas.

As lentes gás permeáveis são feitas de combinações de polímeros de polimetilmetacrilato com polímeros de silicone e flúor. As lentes híbridas podem ser de dois tipos: de centro rígido e uma zona periférica gelatinosa, ou toda rígida, mas envolta em uma película gelatinosa.

As lentes de silicone hidrogel – um tipo de lente gelatinosa –, por exemplo, são altamente permeáveis ao oxigênio, permitindo maior oxigenação da córnea se comparada a outros tipos de lentes de contato. São ideais, portanto, às pessoas que têm dificuldades ou, simplesmente, não gostam de ficar tirando e retirando as lentes de contato.

TEMPO DE USO

As lentes de contato possuem prazo de validade e é importante que este seja respeitado evitando-se, assim, desconfortos, alergias e doenças mais graves relacionadas à visão.

As lentes de descarte diário devem ser usadas, obviamente, apenas um dia. Por serem mais fáceis de usar, este modelo é o preferido das pessoas. As lentes diárias são usadas apenas uma única vez e ao final do dia não é preciso higienizá-las, bastando descartá-las. No dia seguinte, deve ser usado um novo par de lentes.

Há, também, opções de lentes com descarte quinzenal ou mensal e, ainda, lentes de uso prolongado por cerca de um ano, sendo que, após este período, o médico oftalmologista deve ser consultado para um check-up dos olhos e das lentes.

DESENHO

As lentes de contato rígidas podem ter desenhos esféricos, asféricos (mais planas e finas do que os modelos convencionais/esféricos) e tóricos (destinadas às pessoas com astigmatismo).

As lentes rígidas asféricas possibilitam melhor alinhamento da lente junto à córnea, proporcionando maior conforto, estabilidade e saúde ocular.

As lentes rígidas são também utilizadas para patologias como ceratocone (doença que afeta o formato e a espessura da córnea, provocando a percepção de imagens distorcidas) e para adaptações de lentes de contato pós-transplante de córnea e pós-cirurgia refrativa, quando os resultados dessas cirurgias não são os esperados.

QUAL LENTE DE CONTATO DEVO USAR?

Somente o oftalmologista – médico especialista em preservar estudar, diagnosticar e tratar as doenças relacionadas aos olhos e seus anexos – poderá instruí-lo adequadamente sobre qual é a lente de contato mais apropriada para você e que atenda plenamente as suas necessidades.

Sendo assim, cabe ao oculista – profissional técnico, que trabalha em óptica ou laboratório de produtos oftálmicos – apenas interpretar o receituário do oftalmologista para que o paciente tenha em mãos a melhor solução em termos de lentes.

 

Confira os tipos de lentes de contato, os produtos para limpeza e conservação e as ofertas imperdíveis da BR Lentes!

Fonte:

HOSB – Hospital Oftalmológico Santa Beatriz – Lentes de Contato

SOBLEC – O que são lentes de contato de silicone-hidrogel?

Blog BR Lentes

 

Fonte Imagens:

AOA


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s