Olhos podem ajudar na identificação de algumas doenças

Saiba como os olhos – e sintomas como dor, visão dupla (diplopia) e perda da visão – podem ajudar na identificação de algumas doenças.

Fonte: Melhor com Saúde.

 

Os olhos podem demonstrar que há algo de errado com o corpo. Dor, visão embaçada e até mesmo a perda visual ao serem levados em consideração, juntamente com outros sintomas físicos, podem complementar o diagnóstico de algumas doenças.

 

Veja, a seguir, como os olhos podem ajudar na identificação de doenças como hipertensão, diabetes, esclerose múltipla, rosácea, entre outras.

 

HIPERTENSÃO

O surgimento de dores na nuca e tontura são sintomas comuns em quadros de pressão alta. A chamada “hipertensão” fica evidente através das veias mais tortuosas, artérias com brilho aumentado e sangramentos.

 

O derrame ocular, derrame no olho ou “sangue no olho” pode indicar hipertensão arterial, atingir pessoas de qualquer idade, homens e mulheres e, ainda, afetar apenas um dos olhos (mais frequente) ou os dois olhos (menos frequente).

 

O vermelhidão, naturalmente, chama a atenção e desencadeia preocupação na maioria das pessoas, mas em relação aos olhos, não traz consequências para a visão.

Derrame ocular, derrame no olho ou “sangue no olho”.

Fonte: Tua Saúde.

 

DIABETES

A diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina (hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue) ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz.

 

A visão embaçada associada a outros sintomas pode ser um indício de diabetes no corpo. Quando o nível de glicose no sangue fica alto (hiperglicemia) pode haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos. A diabetes pode afetar, também, as paredes dos vasos no fundo dos olhos que, na ausência de tratamento, pode levar a cegueira.

 

ESCLEROSE MÚLTIPLA

A esclerose múltipla é uma doença neurológica, crônica e autoimune – ou seja, as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares.

 

Pode se manifestar por diversos sintomas como, por exemplo, fadiga intensa, depressão, fraqueza muscular, alteração do equilíbrio da coordenação motora, dores articulares e disfunção intestinal e da bexiga.

 

A visão embaçada e/ou dupla (diplopia) podem ser, também, sintomas de que a esclerose múltipla alcançou o nervo óptico e o diagnóstico final da doença é comprovado por exames de imagem do cérebro.

 

ROSÁCEA

A rosácea é uma doença que afeta a pele – principalmente a região centrofacial –caracterizando-se por uma pele sensível, geralmente mais seca, que começa a ficar facilmente eritematosa (vermelha). Aos poucos, a vermelhidão (eritema) tende a ficar permanente e aparecem vasos finos, pápulas e pústulas que lembram a acne, podendo ocorrer edemas e nódulos.

 

A rosácea também desencadeia sintomas oculares que vão desde olho seco e sensível à inflamação nas bordas palpebrais (blefarite).

Inflamação nas bordas palpebrais (blefarite).

Fonte: CEVIPA.

 

TUMOR/ANEURISMA CEREBRAL

O termo “tumor” é utilizado para identificar o crescimento incomum de um tecido ou o aumento no volume de alguma parte do corpo. Esse aumento pode ser gerado por uma proliferação exagerada das células e, nesse caso, também pode ser denominado de neoplasia.

 

Em princípio, os tumores podem afetar qualquer parte do corpo humano – bexiga, mama, ovário, pulmão, cólon e reto, esôfago, estômago, endométrio (útero), rim, sangue (leucemia), pele, sistema linfático (melanoma), pâncreas (linfomas), próstata, tireoide, ossos, cérebro e, também, os olhos (onde o sintoma principal, devido a compressão de estruturas importantes, é a perda de campo visual).

 

O aneurisma cerebral é uma dilatação anormal de uma das artérias cerebrais devido ao enfraquecimento local de sua parede, podendo comprometer os nevos oculares. No geral, tem origem congênita ou associada ao uso do tabaco, infecções e trauma.

 

Os sintomas do aneurisma dependem de sua localização e podem incluir dor nos olhos, visão dupla (diplopia) e perda da visão, além de dor no pescoço, náuseas/vômitos, fraqueza muscular, perda de consciência, entre outros.

 

Visão dupla (diplopia).

Fonte: Clínica Rahhal.

 

HIV (VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA)

HIV é a sigla, em inglês, do vírus da imunodeficiência humana (Human Immunodeficiency Virus). Causador da AIDS, ataca o sistema imunológico – responsável por defender o organismo de doenças – e favorece o desenvolvimento de infecções oportunistas como, por exemplo, a inflamação da retina por citomegalovírus (o mesmo vírus da catapora e herpes).

 

É importante que o portador de HIV saiba que seus olhos são órgãos sensíveis ao vírus e que o acompanhamento oftalmológico deve fazer parte do tratamento da doença, visando detectar problemas de forma precoce.

 

 

Confira tipos de lentes de contato, produtos para limpeza e conservação e ofertas imperdíveis da BR Lentes!

 

 

Fonte:

Hoya – 7 doenças que podem ser identificadas pelos olhos

Saúde Bem Estar – Derrame ocular

Diabetes – O que é diabetes?

ABEM – O que é esclerose múltipla?

SBD – O que é rosácea?

Oncoguia – Sinais e sintomas dos tumores cerebrais

Minuto Saudável – O que é Aneurisma Cerebral?

AIDS – O que é HIV?

 

Fonte Imagens:

Melhor com Saúde

Tua Saúde

CEVIPA

Clínica Rahhal


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s