Saiba tudo sobre o acúmulo de proteínas nas lentes de contato

Saiba como identificar e solucionar o problema de acúmulo de proteínas nas lentes de contato.

Fonte: Reader’s Digest.

 

O aumento da temperatura e da radiação ultravioleta emitida pelo solo (principalmente nas estações mais secas) transformam o cálcio, a lisozima (enzima responsável pela defesa imunológica dos olhos) e a mucina (proteína responsável pela viscosidade lacrimal) presentes na lágrima e podem favorecer o depósito de proteínas nas lentes.

 

Além disso, outros fatores podem contribuir para o aparecimento do problema, tais como:

  • Ressecamento da camada aquosa da lágrima;
  • Poluição do ar;
  • Pele oleosa;
  • Inflamação das pálpebras e;
  • Penetração de maquiagem ou cremes nos olhos através do suor.

 

Especialistas afirmam, ainda, que a falta de higienização e/ou a higienização inadequada das lentes de contato também contribuem para o depósito de proteínas. Usar saliva ou enxaguar as lentes em soro fisiológico são, por exemplo, atitudes erradas e, no entanto, ainda muito comuns entre os usuários de lentes de contato.

 

A insistência em usar lentes de contato com depósitos de proteínas pode causar diminuição da acuidade visual, alergias e contaminação da córnea por bactérias, fungos ou vírus. Já nas lentes provoca desidratação, alterações na textura, coloração e transparência – fatores que reduzem seu tempo de vida útil.

 

SINTOMAS

Os principais sintomas do acúmulo de proteínas nas lentes de contato são:

  • intolerância às lentes de contato;
  • olhos vermelhos;
  • sensação de corpo estranho, ardência e incômodo nos olhos e;
  • visão embaçada.

 

Todos estes sintomas são sinais de alerta para interromper o uso das lentes de contato, preservar a saúde ocular (evitando-se degenerações parciais ou totais da córnea) e procurar um oftalmologista de confiança.

 

COMO REMOVER OS DEPÓSITOS DE PROTEÍNAS NAS LENTES?

A remoção dos depósitos de proteínas nas lentes de contato depende, basicamente, da higienização adequada envolvendo 5 passos:

 

1º. Lavar as mãos antes de manipular as lentes;

2º. Utilizar soluções multiuso tanto na limpeza quanto no enxágue das lentes e estojo. Não utilizar água ou soro fisiológico;

3º. Friccionar cada uma das lentes suavemente (com o dedo indicador sobre a palma de uma das mãos) para eliminar os depósitos de proteínas;

4º. Utilizar removedores proteicos ou fazer a desimpregnação da proteínas contidas nas lentes com o oftalmologista e;

5º. Guardar as lentes de contato em estojo seco e dentro do prazo de validade. A troca do estojo deve ser feita a cada 3 meses.

 

DICAS ESSENCIAIS

Além da higienização adequada, algumas dicas essenciais podem ajudar a manter as lentes de contato sempre limpas e livre dos depósitos de proteínas, fungos e bactérias:

  • Evitar o uso de colírios sobre as lentes de contato;
  • Não dormir com as lentes de contato (mesmo as liberadas para uso noturno);
  • Não compartilhar as lentes de contato com outras pessoas (mesmo as de uso apenas estético/coloridas);
  • Evitar o contato das lentes com a água do mar ou piscina e;
  • Retirar as lentes em viagens aéreas com duração de mais de 3 horas;

 

REMOVEDORES DE PROTEÍNAS

A higienização adequada das lentes de contato é essencial para mantê-las em perfeito estado e os olhos saudáveis. Esta limpeza, com o passar do tempo, deve ser complementada com o uso de removedores de proteínas.

 

Veja alguns tipos de removedores de proteínas:

Kit BioTrue – possui uma solução que facilita o uso das lentes de contato devido ao pH compatível com a lágrima saudável. Além disso, proporciona até 20 horas de hidratação. É indicado para limpeza, remoção de depósitos de proteínas, lavagem, desinfecção química e conservação de lentes de contato gelatinosas.

Kit Bio True.

Fonte: BR Lentes.

 

Renu Fresh – perfeito para limpeza, enxágue, desinfecção, remoção de proteínas, armazenamento e lubrificação de todas as lentes de contato gelatinosas e silicone-hidrogel.

 

É um produto eficaz na remoção de agentes patogênicos oculares, incluindo bactérias e fungos. Além disso, atua efetivamente, na eliminação dos depósitos de proteínas, dispensando a etapa de desproteinização enzimática.

Renu Fresh.

Fonte: BR Lentes.

 

Kit Renu Sensitive – ideal para pessoas que necessitam de praticidade e rapidez no cuidado de suas lentes de contato, proporcionando melhor conforto e acuidade visual, além de desinfecção e limpeza em 4 horas.

Kit Renu Sensitive.

Fonte: BR Lentes.

 

Kit Boston – indicado para desinfecção química, limpeza, remoção diária de proteínas, lubrificação, lavagem e conservação de lentes de contato rígidas gás-permeáveis.

 

O produto retém a umidade, suavizando a interação das lentes com os olhos e promovendo maior conforto, possui um sistema duplo de desinfecção e remoção de proteínas e facilita o manuseio das lentes de contato.

Kit Boston

Fonte: BR Lentes.

 

Você encontra uma grande variedade de tipos de lentes, produtos para limpeza e conservação, lentes de contato coloridas e ofertas imperdíveis no site BR Lentes. Confira!

 

Fonte:

New Lentes – O que é acúmulo de proteína nas lentes?

Mundo Mulher – Proteínas ameaçam olhos e lentes de contato

 

Fonte Imagens:

Reader’s Digest

BR Lentes


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s